Os cachimbos em urze classificam-se como lisos, rústicos e areados (sandblast), e cada peça pode possuir um destes acabamentos ou resultar da sua combinação.

Nos cachimbos lisos, em que o grão tem grande importância, devem usar-se as melhores madeiras, mas isso nem sempre acontece por parte de alguns fabricantes, que depois, escondem as imperfeições e os defeitos da urze enchendo as fissuras com uma massa betuminosa (mastic). Com o passar do tempo, essa massa tende a saltar, devido ao aquecimento do cachimbo, o que deixa à vista pequenos buracos na madeira.

Os rústicos são cachimbos com um preço inferior, embora não dêem menos trabalho ao artesão. A rugosidade que os caracteriza é conseguida por meio de pequenas goivas, que sulcam a superfície da madeira de forma irregular. Isso permite aproveitar os blocos de madeira que, à partida, seriam rejeitados através da eliminação das imperfeições da urze.

Após a Dunhill lançar os seus modelos Shell Briar, os cachimbos areados passaram também a ser bastante procurados. O sandblast serve para tirar defeitos e impurezas, torna a peça mais leve, com uma maior área de refrigeração, e dá beleza à madeira ao fazer sobressair os seus veios. O cachimbo é sujeito a um jacto de areia muito fina (misturada, por vezes, com partículas de vidro e outros materiais), que elimina os defeitos e as partes mais moles da madeira. O processo de erosão faz ressaltar a parte mais dura em laivos rugosos e permite evidenciar a chama natural, horizontal e vertical, que já existia na urze.

Quanto à aparência final, o cachimbo pode ser natural – encerado ou não com cera de carnaúba – ou sujeito a um processo de tintagem que lhe dá coloração. É, igualmente habitual a aplicação de tratamentos à base de óleos especiais, que lhe conferem beleza e uma maior doçura nas primeiras fumadas.

Há ainda cachimbos envernizados e lacados, que não aconselhamos. O emprego de vernizes e lacas serve, quase sempre, para disfarçar defeitos e tapar os poros da madeira, que ajudam à “respiração” do cachimbo, tornando-o mais quente e húmido.

In "Cachimbos-Marcas, Fabricantes e Artesãos"  por José Manuel Lopes da Quimera Editores